Atualização do elenco, personagens secundários e elenco antigo

Depois da entrada triunfal do Henry, eu estava devendo uma atualização do elenco do nosso futuro longa metragem. rs

Eis que finalmente atualizamos o quadro. Aproveitei e incluí dos personagens secundários até o momento, os pais da Arwen e os pais do Chris.

ELENCO-2

ELENCO_secundario-2

Elenco principal: Arwen – Alexandra Daddario / Alexis – Hailee Steinfeld / Dani – Ellen Page / Chris – William Moseley / Daryl – Logan Lerman / Josh – Ben Barnes / Misty – Georgie Henley / Bill – Zachary Gordon / Ludi – Birdy / Selina – Jennifer Lawrence / Gabe – Tyler Posey / Seifer – Callan McAuliffe / Fabian – Zoe Aggeliki / Wenna – Normani Kordei / Henry – Johnny Simmons

Elenco secundário: Liv – Liv Tyler / Bryan – Tom Everett Scott / Cal – Zooey Deschanel / Andy – Ben McKenzie

E aqui a lista disponível no IMDB.

E conforme o prometido há mil anos, o elenco antigo! Ui!

ELENCO-4

Elenco antigo: Arwen – Katie Holmes / Alexis – Natalie Portman / Dani – Rachel Bilson / Chris – Chris Evans / Daryl – Jared Leto / Josh – Hayden Christensen / Misty – Mary Kate Olsen / Bill – Tobey Maguire / Anna Brightbelt – Tia Carrere / Selina – Christina Aguilera / Gabe – Danny Masterson / Seifer – Jason Behr / Fabian – Jessica Simpson / Wenna – Catherine Zeta-Jones / Anna Valerious – Kate Beckinsale / Moonlight – Alexis Bledel / Amy – Avril Lavigne / Felicia – Vivien Cardone / Heather – Dulce Maria / Julianne – Emma Roberts / Cypri – Evangeline Lilly / Suze – Mariska Hargitay.

E aqui também a lista no IMDB.

Poxa, acho que melhorou consideravelmente o elenco, pelo menos no quesito noção básica de idade, rs.

Carta para Amy

Amy estava jogada na cama do dormitório feminino da Grifinória, debaixo das cobertas, que aqueciam seu corpo do frio congelante que havia resolvido aparecer. E as pessoas ainda foram pra Hogsmead?? Não, nem ela era louca o suficiente.

Estava quase dormindo quando ouviu batidinhas na janela ao lado de sua cama. Amaldiçoando a coruja, se levantou e espreguiçou-se lenta e gostosamente, tentando retardar ao máximo a missão de abrir a janela e deixar entrar o frio de que ela queria se esconder.

– Ah… é você, é?? – perguntou ela, vendo a corujinha lutar contra o vento para se manter no ar.

Puxou a coruja negra para dentro rapidamente, mas não evitou que um ventinho gelado entrasse no quarto, fazendo-a estremecer. Desamarrou cuidadosamente a carta que o animalzinho trazia e voltou para debaixo das cobertas para ler a carta.

Uma carta de seu pai, perguntando como ela estava. Cogitando a idéia de responder essa com uma narração surreal, contando que fora atacada de noite pelo próprio Lorde das Trevas, imaginou a reação de Jack. E depois de imaginar isso, achou melhor não colocar nada que envolvesse dragões na carta.

Eu to bem, ele não precisa de tudo isso…– murmurou para si mesma, depois, vendo que a coruja a observava com grande interesse.- Ah, você quer o que??

Amy bufou, indo até o armário e puxando uma caixa de alumínio em forma de lua e tirando de dentro dela uma bolachinha. A entregou para a coruja, que lhe deu uma bicada carinhosa no dedo, antes de esfarelar a bolacha em cima da mesa de cabeceira da garota.

Ela voltou a se jogar na cama, ainda com a carta na mão. Pegou debaixo da cama um tinteiro, uma pena e um pergaminho meio avermelhado, o apoiando sobre o espaço que a coruja não ocupava sobre a mesinha de cabeceira. Depois de molhar a pena no tinteiro, começou a escrever.

“Oi Pai,

Bem, como você pode ver, ainda não me mataram. Tudo bem, desculpa o sarcasmo, mas essa foi incontrolável…

Jack, entenda uma coisa: eu to bem. Não preciso que você fique me mandando cartas de cinco em cinco segundos. Principalmente, NÃO APAREÇA POR AQUI, você não sabe como isso é CONSTRANGEDOR, pai… E eu já não tenho muitas amizades, não quero afastar ainda mais a galera…

Quanto a aquela briga no inicio do ano… nem esquenta, pai. Ainda acho que você fez bem em me deixar vir pra Hogwarts. E alem do mais, foi só uma discussão, não uma briga-briga…

Espero noticias suas!!

Com amor,
Amy.”

Releu a carta umas três vezes antes de ver que estava tudo certinho e explicadinho. Quando enrolou a carta e foi se aproximando da coruja negra, a ave já foi fazendo um olhar de suplica, que Amy encarou com um sorriso.

– Eu deixo você bicar a mão dele até ele te entregar um doce, tá?? – disse ela, enquanto amarrava a carta à patinha da coruja.

Abrindo a janela com uma expressão de nojo no rosto, deixou a ave voar até desaparecer de vista. Rezando para que a coruja de seu pai não tivesse sido carregada pelo vento, Amy voltou mais uma vez para a cama, dessa vez, querendo atingir o objetivo de sonhar com os anjos. Mas não pode deixar de pensar em seu pai.

Ele ficava sozinho naquele sobrado enorme em Portugal, cercado apenas de Elfos Domésticos e seus amados cavalos. Ela poderia ter seguido os conselhos dele e não ter ido para Hogwarts, assim, ficado mais perto dele. Mas naquele tempo sua mãe estava doente e Amy estava disposta a voltar a fazer feitiços com varinha por ela. E ela não podia prever o futuro, não é?? Principalmente com a desgraça que aconteceu logo em seguida dela ir para aquela escola…

Tirou esses pensamentos de sua mente pensando no que as pessoas poderiam estar fazendo num frio desses em Hogsmead. Com certeza congelando. Aconchegou melhor sua cabeça no travesseiro e caiu no sono, sonhando com os anjos…

**********

Desculpa gente, ficou meio grandinho e sem graça… mas é só pra me introduzir aqui no Accio. Espero que tenham gostado de mim!! ^^?

Kisses*

Amy Lavigne-Rose

Feitiço conjurado por Amy Lavigne-Rose às 13:30 h